A primeira confraria de vinhos do Brasil
fundada em 1980


Festival do Espumante Nacional SBAV-SP

AAAA

O 1º Festival do Espumante Nacional ocorrido no último dia 29 reuniu cerca de 200 pessoas para prestigiar esse produto que a cada ano recebe mais reconhecimento tanto aqui quanto no

exterior.

A SBAV-SP, ao longo de mais de três décadas de existência, sempre teve como um de seus principais objetivos promover e divulgar o vinho nacional e já havia realizado alguns encontros com o tema para seus associados, porém de maneira informal.

Dessa vez a nova diretoria decidiu realizar um evento com proporções maiores e mais profissional, visando atingir a mídia especializada, formadores de opinião, além de dar abertura ao público leigo para se aproximar e conhecer melhor nosso espumante.

O evento, realizado no Hotel Maksoud Plaza, se iniciou com uma degustação às cegas de um exemplar cedido por cada expositor (12 no total) e julgados por renomados e competentes profissionais da área, sendo eles:

  • Jorge Carrara – Revista Prazeres da Mesa
  • Maurice Bibas – Ex-Presidente da SBAV e Revista Prazeres da Mesa
  • Walter Tommasi – Ex-diretor da SBAV e Revista Go-Where
  • José Luiz Pagliari – Sbav –SP
  • Márcio de Oliveira – Diretor da ABS Minas e site Vinotícias
  • José Maria Santana – Revista Gosto
  • Eduardo Viotti – Vinho Magazine
  • Didu Russo – Jornalista, Revista Prazeres da Mesa e Blog do Didu ( www.didu.com.br )
  • Silvia Mascella Rosa – Revista Adega
  • Suzana Barelli – Revista Menu
  • Rodrigo Mammana – Presidente da SBAV-SP

A degustação foi dirigida por José Luiz Pagliari, onde os jurados foram orientados a elegerem os três melhores vinhos do painel, sendo que apenas o campeão seria divulgado. Os vinhos degustados foram:

  • Adolfo Lona – Orus Rosé Pas Dosé
  • Aurora Marcus – James Brut Charmat
  • Cave Geisse – Cave Nature 2011
  • Dal Pizzol – Dal Pizzol Brut Tradicional
  • Dunamis – Dunamis Tradicionelle Brut
  • Hermann – Lírica Brut
  • Miolo – Bueno Cuvée Prestige Brut
  • Perini – Perini Brut Champenoise
  • Pizzato – Pizzato Brut Tradicional
  • Rio Sol – Rio Sol Grand Prestige Rosé
  • Salton – Salton Gerações
  • Villagio Grando – Villagio Grando Brut.

De maneira geral a qualidade média foi bastante elogiada pelos jurados, e os vinhos mostraram um estilo mais voltado para o frescor e fruta , talvez uma direção em que o espumante brasileiro esteja seguindo. Na apuração dos votos houve um empate pois os dois vinhos obtiveram a mesma quantidade de primeiro e segundo lugares. Foram eles o excelente “Orus” do tradicional e respeitado Adolfo Lona e o “Gerações”, da vinícola Salton. Enquanto o primeiro representa um estilo mais austero e complexo, exalando notas de leveduras e autólise mas ainda conservando fruta, o exemplar da Salton possui muita fruta e vivacidade, com persistência longa e muito equilíbrio.

 

Durante o evento havia uma urna para que o público pudesse eleger o vinho que mais lhe agradou. Isso possibilitaria uma visão do consumidor sobre os produtos, informação de enorme importância visto que nem sempre a opinião dos iniciados é a mesma do enófilo informal. Nessa disputa mais uma vez Adolfo Lona teve a preferência, mas com seu vinho Brut Rosé.

A SBAV-SP agradece a todos que prestigiaram nosso evento. Ao constatarmos o carinho e respeito que todos parceiros demonstraram, a satisfação em ver reunidas figuras que ajudaram a construir a história do vinho no Brasil e que nitidamente ainda trilharão uma grande jornada para ensinar o brasileiro a apreciar essa preciosa bebida, sentimos que estamos no caminho certo e que isso é apenas o começo.

IMG_5874

 

PopUpNewsletterSBAVSP

Cadastre o seu e-mail para receber as notícias da SBAV-SP.

Por favor, assinale: